Editor: Luiz Aparecido da Silva
 
 
Anúncios
Expediente
Email / Contato

04-03-2018
Metropolitano de Curitiba começa com bons pegas
 Divulgação 
As categorias Terra inicia a temporada com bom número de carros no grid
 

O domingo foi de sol em Pinhais, durante as provas da primeira etapa do Campeonato Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto 2018, com bons “pegas” no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), que conta com o apoio da Bana Pneus, Pirelli e Hotel Slaviero Executive Pinhais. A etapa foi disputada nas categorias Marcas “A” e “B”, Turismo 1.6“I” e Turismo 5000 “A” e “B”, com promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).
Durante os Treinos Classificatórios que definiram os grids de largada, os três primeiros por categoria foram: MARCAS “A” - 1º) Edson Bueno (SC), 1m41s072; 2º) Ruslan Carta Filho/Andrei Carta (PR), 1m41s196; e 3º) Wanderlei Berlanda Jr (SC), 1m41s492. MARCAS “B” - 1º) João Paulo Naumes/Alisson Nurnberg (PR), 1m42s034; 2º) Lúcio Seidel (SC), 1m42s386; e 3º) Guto Baldo/Wilians Peres (PR), 1m44s714. TURISMO 1.6 “I” - 1º) Felipe Lobo/Rômulo Molinari (SC/PR), 1m43s380; 2º) André Conti/L. Fittipaldi (PR), 1m43s691; e 3º) Gedson Gonçalves (PR), 1m44s124. TERRA MARCAS “A” - 1º) Rodrigo Kostin/Airton Santos (PR), 2m00s296; 2º) Roberto Bonato (PR), 2m00s423; e 3º) Geovane Ciesielski (PR), 2m06s036. TERRA MARCAS “B” - 1º) Luiz Brambila (PR), 2m06s393; 2º) Caca Schilipack (PR), 2m13s019; e 3º) Rodrigo Pinheiro/Dela Coleta (PR), 2m14s943. TERRA TURISMO “C” - 1º) Edson Sita/Luiz Ferreira (PR), 2m03s887; 2º) José Luiz Cavassim (PR), 2m06s713; e 3º) James Schwerdtner (PR), 2m11s736. TURISMO 5000 “A” - 1º) Eduardo Berlanda (SC), 1m34s434; 2º) Marco Antonio Garcia (PR), 1m36s330; e 3º) Richard Heidrich (SC), 1m36s353. TURISMO 5000 “B” - 1º) Maurício Gaudêncio (PR), 1m41s535; 2º) Gilberto Carlassara (PR), 1m41s859; e 3º) José Adair do Santos (PR), 1m46s217.

MARCAS E TURISMO 1.6 - A primeira prova das categorias Marcas “A” e “B” e Turismo 1.6 “I”, com 26 participantes, teve largada às 10h15 deste domingo, realizando numa prova muito disputada nas três categorias. O pole position Edson Bueno manteve a liderança na primeira volta, seguido de perto por Ruslan Carta Filho, Gustavo Magnabosco, Fausto de Lucca, Wanderlei Berlanda Jr, Richard Heidrich, Pierre Sabbagh e Eduardo Pavelski. Na segunda volta, o carro de Karl Raucher, da Turismo “I”, teve problemas e abandonou a corrida. Com nove voltas de prova foi o carro de Emerson Rempel abandonar por problemas técnicos, levando consigo o carro de Pierre Sabbagh, que foi atrapalhado na reta antes da entrada da curva da vitória e abandonou a prova na décima volta. Depois de 18 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi de Edson Bueno com tempo total de 33m47s239, seguido de Gustavo Magnabosco, a 1s681, Fausto de Lucca, a 2s378, Eduardo Pavelski, a 4s194, e, Ruslan Carta Filho, a 4s894. Na Marcas “B” venceu Alisson Nurnberg, com tempo total de 33m57s720, vindo a seguir Lúcio Seidel, a 6s131, Marcelo Andrade, a 1m00s313, Samir Guimarães, a uma volta, e, Wilians Peres, a Cinco voltas. E na Turismo 1.6 “I” a vitória foi de Felipe Lobo com tempo de 34m07s752, com André Conti em segundo, a 3s099, José Pederneiras em terceiro, a 15s268, Geison Tureck em quarto, a 15s396, e, Antonio Carvalho em quinto, a 19s724.
Na segunda prova das categorias Marcas “A” e “B” e Turismo 1.6 “I”, que aconteceu às 13h30 também muito disputada, com os pilotos dando show na “briga” por melhores posições na pista. Na largada, Gustavo Magnabosco assumiu a liderança na primeira volta, seguido de Andrei Carta, Edson Bueno, Fausto de Lucca, Richard Heidrich e Wanderlei Berlanda Jr. Na primeira volta, André Conti abandonou a corrida, depois de um toque com adversário na disputa de posição. João Paulo Naumes também se acidentou e abandonou na nona volta. Guto Baldo também abandonou na 10ª volta, com problemas técnicos. Após 18 voltas, a vitória foi de Gustavo Magnabosco na Geral e na Marcas “A”, com tempo total de 34m04s248, com Andrei Carta em segundo, a 1s082, Fausto de Lucca em terceiro, a 8s028, Wanderlei Berlanda Jr em quarto, a 8s587, e, Richard Heidrich em quinto, a 9s100. Na Marcas “B” venceu Lúcio Seidel com tempo total de 34m23s565, seguido de Adriano Braz Neto, a 1m03s180, Marcelo Andrade, a 1m04s048, Emerson Rempel, a uma volta, e, Guto Baldo, a oito voltas. E na Turismo 1.6 “I” Gedson Gonçalves recebeu a bandeira quadriculada em primeiro lugar, com tempo de 34m28s330, vindo a seguir Nicolas Salmini, a 0s742, José Pederneiras, a 2s574, Geison Tureck, a 4s016, e, Rômulo Molinari, a 15s559. Gustavo Magnabosco marcou a volta mais rápida das duas provas, na 5ª passagem da segunda corrida, com o tempo de 1m40s870, à média de 131,873 km/h. A classificação final da etapa por categoria foi a seguinte: MARCAS “A” - 1º) Gustavo Magnabosco, 35 pontos; 2º) Fausto de Lucca, 24; 3º) Edson Bueno, 24; 4º) Ruslan Filho/Andrei Carta, 23; 5º) Richard Heidrich, 12. MARCAS “B” - 1º) Lúcio Seidel, 35; 2º) Alisson Nurnberg/João Naumes, 26; 3º) Samir Guimarães/Adriano Braz Neto, 25; 4º) Marcelo Andrade, 24; e 5º) Guto Baldo/Wilians Peres, 16. TURISMO 1.6 “I” - 1º) Felipe Lobo/Rômulo Molinari, 28; 2º) Gedson Gonçalves, 26; 3º) José Pederneiras, 24; 4º) Nicolas Salmini/Antonio Carvalho, 23; e 5º) Geison Tureck, 20.

TURISMO 5000 - A primeira prova das categorias Turismo 5000 “A” e “B” foi às 11h15, com os 9 participantes realizarando uma corrida muito disputada. Na largada, Eduardo Berlanda manteve a liderança na primeira volta, seguido de perto por Marco Antonio Garcia, Armin Kliewer, Richard Heidrich, Márcio Reuter e Gilberto Carlassara. Na primeira volta, quebrou o motor do carro de Armin Kliewer, que abandonou a corrida. Na 7ª volta foi a vez de José Adir dos Santo abandonar a prova com problemas. Ao fim de 15 voltas, vitória de Eduardo Berlanda, na Geral e na Turismo 5000 “A”, com tempo total de 24m08s104, seguido de Marco Antonio Garcia, a 10s115, Richard Heidrich, a 36s115, e, Márcio Reuter, a 47s001. E na Turismo 5000 “B” venceu Gilberto Carlassara, com tempo de 25m42s150, com Maurício Gaudêncio em segundo, a 1 volta, e, Luiz Fernando Busatto em terceiro, a uma volta.
A segunda prova da Turismo 5000 largou as 14h25, com Eduardo Berlanda largando mais uma vez na pole position, mantendo a liderança, seguido de Marco Antonio Garcia e Márcio Reuter. Com a quebra do motor do carro na primeira corrida, Armin Kliewer nem participou da segunda prova. Luiz Fernando Busatto e José Adir dos Santos abandonaram a prova com 14 voltas completadas. Após 15 voltas, nova vitória de Eduardo Berlanda na Geral e na Turismo 5000 “A”, com o tempo total de 24m31s226, tendo Marco Antonio Garcia em segundo, a 22s181, Ricahrd Heidrich em terceiro, a 24s175, e, Márcio Reuter em quarto, a 1m04s445. E na Turismo 5000 “B”, vitória de Maurício Gaudêncio, com tempo de 26min14s002, seguido de Gilberto Carlassara, a 3s573, Luiz Fernando Busatto, a uma volta, e, José Adir dos Santos, a uma volta. A volta mais rápida das provas disputadas foi de Eduardo Berlanda, na 2ª passagem segunda corrida, com o tempo de 1m34s956, à média de 140,086 km/h. A classificação final da etapa por pontos foi a seguinte: TURISMO 5000 “A” - 1º) Eduardo Berlanda, 40 pontos; 2º) Marco Garcia, 30; 3º) Richard Heidrich, 24; e 4º) Márcio Reuter, 20. TURISMO 5000 “B” - 1º) Maurício Gaudêncio, 35; 2º) Gilberto Carlassara, 35; 3º) Luiz Busatto, 24; e 4º) José Adir dos Santos, 10.

TERRA - Reunindo as categorias Marcas “A”, Marcas “B” e Turismo “C”, a primeira prova da Terra aconteceu às 12h05, com 41 participantes, para 20 minutos mais duas voltas. Rodrigo Kostin que largou na pole position perdeu a liderança na primeira volta para Roberto Bonato e Juca Lisboa, caindo para o terceiro lugar. Adriano Martins e João Seabra abandonaram com duas voltas com problemas técnicos, mesma situação enfrentada por Nilton Silva Filho, que abandonou na volta seguinte. Depois de 10 voltas, vitória de Roberto Bonato na Geral e na Marcas “A”, com tempo total de 22min21s999, vindo a seguir Juca Lisboa, a 0s428, Leonardo Kovalski, a 2s442, Rodrigo Kostin, a 3s318, e, Marcelo Cordeiro, a 5s468. Na Marcas “B” venceu Guilherme Ragnini com tempo 22m28s975, tendo Emerson Swed em segundo, a 1s777, Rui Pamplona em terceiro, a 4s796, Artur Bailo Neto em quarto, a 5s565, e, Cacá Schilipack em quinto, a 9s481. Na Turismo “C”, vitória de Luiz Ferreira, com tempo de 22m25s725, seguido de José Cavassin, a 3s946, James Schwertner, a 6s638, Evandro Maldonado, a 10s596, e, Daniel Ibraini, a 13s406.
A segunda prova das categorias Terra também foi muito movimentada, indo à pista às 15h25, com boas disputas do início ao fim da corrida. Roberto Bonato largou na pole e manteve a posição durante a primeira volta, seguido de perto por Stive Tokarski e Leonardo Kovalski. Rafael Hilgenberg e Carlos Eduardo abandonaram com três voltas, na volta seguinte Emerson Swed teve problemas e abandonou. Artur Bailo Neto, Bernard Chyla e Eduardo Sita abandonaram a prova na sexta volta, Adriano Martirsn na sétima e Luciano Fracaro na oitava volta. Ao fim de 12 voltas, nova vitória de Roberto Bonato na Geral e na Marcas “A”, com tempo total de 24m31s755, vindo a seguir Leonardo Kovalski, a 0s672, Stive Tokarski, a 1s502, Naor Petry, a 24s775, e, Júlio Bueno, a 28s645. Na Marcas “B” venceu Guilherme Ragnini, com tempo de 24m55s833, tendo Caca Schilipack em segundo, a 8s626, Luiz Brambila em terceiro, a 11s174, Thiri Lorentz em quarto, a 15s847, e, Rui Júnior em quinto, a 21s957. E na Turismo “C” a vitória foi de José Luiz Cavassin, com tempo de 24min59s717, seguido de Evandro Maldonado, a 2s675, James Schwertner, a 4s080, Daniel Ibraini, a 6s050, e, Nilton Silva Filho, a 17s057. Juca Lisboa marcou a volta mais rápida das provas disputadas, na 4ª passagem da primeira corrida, com tempo de 1min42s240, à média de 130,106 km/h. Somados os pontos das provas disputadas, a classificação final foi a seguinte: TERRA MARCAS “A” - 1º) Roberto Bonato, 40 pontos; 2º) Leonardo Kovalski, 27; 3º) Juca Lisboa/Stive Tokarski, 27; 4º) Marcelo Cordeiro/Júlio Bueno, 16; e 5º) Rodrigo Kostin/Airton Santos, 16. TERRA MARCAS “B” - 1º) Guilherme Ragnini, 40; 2º) Caca Schilipack, 23; 3º) Ricardo Pamplona/Paulo Wegbecher, 18; 4º) Emerson Swed, 15; e 5º) Thiri Lorentz, 14. TERRA TURISMO “C” - 1º) José Luiz Cavassin, 35; 2º) Evandro Maldonado, 25; 3º)James Schwertner, 24; 4º) Edson Sita/Luiz Ferreira, 20; e 5º) Daniel Ibraini,18.
A segunda etapa do Metropolitano de Curitiba de Marcas e Pilotos 2018 está marcada para os dias 31 de março e 1º de abril, no AIC, válida também pela primeira etapa do Paranaense de Velocidade no Asfalto 2018.

 Divulgação 
A categoria Turismo 5000 mantém sua competitividade
 
  
A categoria Marcas inicia a temporada com show dos pilotos
 
>> voltar